Neste Dia Internacional da Mulher, nunca é demais reforçarmos que “lugar de mulher é onde ela quiser”, inclusive no Palco MP3! ? Já que por aqui há igualdade, isto é, o Palco também é delas, nós vamos celebrar esta data tão importante indicando algumas cantoras para você curtir. ?️ Vamos lá? ?

1. MC Loma e as Gêmeas da Lacração – O fenômeno

11 em cada 10 assuntos sobre música giram em torno do trabalho do trio MC Loma e as Gêmeas da Lacração, o fenômeno do brega-funk. ⭐ Com idades na casa dos 15 (Loma) e 18 (as gêmeas Mirella e Marielly) anos, essas jovens e poderosas mulheres conquistaram as paradas musicais com bastante humildade e talento.??

Com a certeza de um futuro promissor, elas estão trabalhando do jeito certo e com as pessoas certas. Loma e as Gêmeas são um excelente exemplo de visão empreendedora. ? Então, brilha!

2. Yzalú – Uma mulher que exala atitude

Ela canta, rima, escreve, toca e brilha muito! ⭐ Com 13 anos de carreira, Yzalú é um ícone da música de resistência e atitude. ? De olho nas evoluções e revoluções, ela inovou no cenário ao protagonizar a união da linguagem do rap no violão. ?

Yzalú faz música de resistência (Foto/Daniela Cristina – Facebook)

Com a canção Mulheres Negras, ela imortalizou um símbolo do feminismo negro no país. ?? Em seu primeiro álbum, o excelente Minha Bossa é Treta”, ela mesclou rap, MPB, samba, jazz e afrobeat. ?Se você ainda confunde um pouco o conceito de empoderamento feminino, Yzalú é a artista que vai te dar a real. ?

3. Allana Macedo – A força do feminejo

A brasiliense Allana Macedo é uma das grandes vozes do feminejo. ?️ Com bastante personalidade e com plena segurança  acerca de suas ideologias e filosofias, Allana dá o tom de sua prosa com as músicas Direitos Iguais e Nenhum Homem Manda em Mim. ? Atualmente, ela trabalha na divulgação da contagiante Censura. ?

Além de uma voz marcante e inconfundível, Allana Macedo tem a sagacidade e o dom para fazer a conexão entre o sertanejo moderno e suas raízes. ⭐ Palmas pra ela! ?? ??

4. Katê – O furacão baiano

Nascida em Salvador, no dia 12 de fevereiro, em plena terça-feira de Carnaval, Katê carrega a alegria em seu DNA. ? Ela canta desde os tempos de colégio e já passou pelas bandas Batida do Gueto e VoaDois. ? Muitos prêmios, incluindo o de Melhor Cantora e Puxadora de Trio nos carnavais em Salvador, depois, ela vem voando solo desde 2014. ?

Katê é um furacão da música baiana (Foto/Facebook)

Atualmente, o furacão da música baiana trabalha na divulgação do single Já Deu Xabú. ? No embalo de sua trajetória promissora consolidada, Katê está pronta para fazer o Brasil se render ao seu talento. ?

5. Banda Musa – Guardiã do romance

Comandada pela vocalista Priscila Senna, a Banda Musa assumiu a missão de embalar os corações apaixonados. ? Com raízes em pernambucanas, a banda é um dos grandes exemplos do brega [não é brega-funk!] moderno. Desde o final de 2017, a Musa tem trabalhado na divulgação da música B.O. ?

Impossível ouvir e ficar parado, não é? ??

E para você continuar ligado no som de qualidade dessas e de outras mulheres, nós recomendamos que ouça a playlist Girl Power. ▶️ Tem rock, funk, MPB, hip hop e muito mais! ?? ??