Filha da capital nacional do sertanejo, a dupla Fred e Gustavo é jovem, talentosa e inovadora. Vivendo ótima fase na carreira, o duo é sucesso incontestável por onde passa. No meio de tanta correria, viagens, hotéis, passagens de som, camarim e shows, F&G toparam trocar uma ideia com o Blog do Palco MP3. Se liga só na “catigoria” desses dois. 

1) Depois de várias parcerias de sucesso, com quem F&G querem cantar?

Fred: graças a Deus tivemos a honra de ter vários artistas renomados cantando e dividindo o palco com a gente, mas ainda tenho o sonho de cantar junto com Zezé Di Camargo & Luciano e Jorge e Mateus.

Gustavo: ainda tem muitos artistas que a gente sonha em participar. Até hoje tem sido realização cantar com cada uma dessas que vem somar com a gente. Vamos ver o que Deus está preparando pro futuro!

2) O som de vocês é moderno, mas não nega as raízes sertanejas. Qual é o caminho mais ideal para equilibrar as referências?

Fred: costumo sempre dizer que temos que fazer 50% nosso gosto e 50% gosto do povo. Isso nos dá um ritmo nosso mais no gosto do povo.

Gustavo: fomos criados ouvindo um lado raiz sertanejo, e hoje escutamos muito tipo de música. Isso faz com que a gente traga mais influências pra nossa música, e sempre tentando fazer o melhor pro nosso público.

Dupla sabe equilibrar as referências musicais (Imagem/Divulgação)

3) Nos shows de Fred & Gustavo tem o momento especial pra rolar aquele “assalto à boca amarda”?

Fred: sempre (risos e mais risos)! Nosso show tem de tudo um pouco, mas também tem aquele momento do beijo na boca.

4) Como é que faz se o love cismar de curtir “um dia de solteiro”?

Fred: Aí o negócio fica feio (risos). Acode aí, mas só não se esqueçam que somos o “bonde dos solteiros”.

Gustavo: use a “Velocidade do Esquecimento”!

5) Algum crush já aplicou as leis da “Velocidade do Esquecimento” em vocês?

Fred: sim e muito (risos)! Isso é natural da vida e assim vamos aprendendo a lidar com essas situações ainda bem que temos músicas hoje que nos ensinam a dar a volta por cima

Gustavo: sim. E foi rápido, hein?! Mas concordo. Ninguém precisa ficar “rastando” por quem não vale tanto assim.