Quer fazer um evento de sucesso, mas não sabe como contratar shows de artistas musicais? Calma que a gente te ajuda nessa missão! Assim, se você atua na área de produção de eventos ou vai realizar festas menores, como casamentos, é imprescindível saber como funciona uma contratação. 

Nesse sentido, você economiza não só em questões contratuais, mas em tempo de achar a atração ideal, infraestrutura e esforços desnecessários. Então, confira mais a seguir como contratar artistas de maneira eficiente. 

Vamos lá?

Como contratar artistas para eventos?

Antes de tudo, a escolha de um artista é um dos fatores mais importantes em um evento, seja para atrair público, seja para ditar o ritmo da festa. Por isso, para que a contratação e execução do show seja realizada da melhor forma, separamos cinco dicas para você considerar ao fazer sua própria contratação.

1 – Direcione a sua comunicação

Primeiramente, ao considerar futuros artistas para seu evento, analise o seu tamanho e alcance para saber como entrar em contato. Nesse sentido, se o artista ainda não tem muito alcance, é possível que as redes sociais sirvam como ponto de contato. 

Agora, se o artista ou banda já tiver um maior público, procure saber como entrar em contato com a assessoria, que fará a negociação. No geral, essa informação encontra-se nos perfis de redes sociais ou rodapé de site.

Na biografia da cantora Iza, por exemplo, você encontra as informações de contato

Assim, ao encontrar o ponto focal de comunicação, você poderá conversar com um integrante para firmar a parceria. Mas lembre-se: evite conversar com mais de um integrante ao mesmo tempo, para evitar ruídos.

2 – Não se esqueça dos equipamentos

Faça um checklist dos equipamentos, das regras necessárias para a apresentação e garanta que a infraestrutura estará pronta na data do evento. Para isso, calcule o espaço do evento, a projeção do número de pessoas, posição de instrumentos e demais itens. 

Além disso, pontos técnicos como mapa do palco e evento, riders, PAs e demais ajustes devem ser feitos não só por sua equipe. O ideal é que a produção do artista também se certifique em conjunto com os demais, para evitar surpresas na hora da performance.

Assim, você proporciona condições para uma apresentação de qualidade, o artista fica contente com os detalhes técnicos e o público satisfeito com o evento.

3 – Considere o cachê dos artistas

Em primeiro lugar, verifique se o orçamento já conta com verba disponível para contratação, para além das vendas de ingressos, bebidas e souvenirs. Nesse caso, considere patrocinadores, cotas de patrocínio, investidores e demais maneiras que evitem prejuízos. 

Em seguida, agora que o valor já está levantado, atente-se a alguns fatores que influenciam no cachê dos artistas, como:

  • É um cantor solo, DJ, orquestra ou um grupo de música? É provável que um DJ tenha um cachê menor em relação aos demais artistas. Porém, se ele já for um artista renomado como Alok, Dennis DJ ou David Guetta, por exemplo, pode ser mais caro que uma orquestra. Por isso, avalie sua necessidade e o profissional a ser contratado;
  • O evento é externo ou interno? Não é a mesma coisa tocar nos dois ambientes, devido à acústica. Logo, pode ser necessário instrumentos especiais ou adicionais em um dos casos;
  • Duração do show: Em geral, os contratos são estabelecidos de acordo com o número de horas de apresentação. Ou seja, se for necessário estender a performance, ela pode ser considerada como extra;
  • Deslocamento e logística: Os artistas podem limitar a área de deslocamento, ou facilitar a contratação devido à proximidade de locais com outros shows já agendados. 

A partir de todos esses dados levantados, chegou a hora de escolher o artista que vai participar do seu evento.

4 – Conte com o Palco MP3 na escolha dos seus artistas

Agora que você já sabe os fatores que influenciam o cachê, pode começar a procurar o artista que mais se encaixa no seu evento. Para isso, conte com a plataforma do Palco MP3! 

Além de abrigarmos cantores em diferentes níveis de carreira, você encontra diversidade de gêneros musicais, várias regiões, release com seus últimos lançamentos e disponibilidade.

Ou seja, se você for um contratante com poucos recursos, consegue contratar os artistas do nosso catálogo. Bem como se você dispuser de um maior orçamento, encontrará os mais caros também conosco.

5 – Como fazer um contrato para cantor?

Por fim, com o cantor ou banda escolhidos, é hora de se atentar às leis. Assim, antes de redigir um contrato de show, se atente às normas que regulamentam a atividade:

  • Taxa de ECAD: A Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98) garante a remuneração de compositores, músicos e gravadoras de qualquer música quando ela é reproduzida. Logo, quando houver qualquer evento com reprodução de músicas para o público, deve-se pagar a taxa com antecedência. O valor varia de acordo com o evento, lotação, ingressos vendidos e demais fatores. 
  • Lei n.º 6.533/78: Antes de tudo, artistas musicais devem ter contrato com direitos e deveres, por se tratar de uma profissão regulamentada. Logo, um contrato de show simples apresentará estipulado os valores de cachê, multas e cláusulas de quebra de acordo.

Parece complexo, não é mesmo? Por isso, separamos um modelo de contrato para guiar a construção do seu.

Dê o primeiro passo e invista em como contratar shows!

Agora que você já conhece todos os passos de como contratar shows, pode começar com o primeiro deles: baixando o nosso app! Aqui, você encontra todo o repertório do nosso catálogo, tem acesso a diferentes artistas e playlists que podem inspirar a sua festa. 

Então, é só acessar sua loja de aplicativos favoritos, para android ou iOs, escolher seu artista favorito e entrar em contato conosco para saber mais! Além disso, temos um time completo de curadoria e demais profissionais na área musical que podem te guiar nessa missão. 

Não dê bobeira e faça seu download. Esperamos você (e seu evento!)