As gravações caseiras deixaram de ser a opção barata e assumiram papel de protagonismo na indústria da música. Vários fatores, incluindo o surgimento de equipamentos com bom custo x benefício, justificam essa mudança. Uma generosa porção de artistas do mainstream, inclusive, parou de investir muito dinheiro nas longas e intermináveis sessões de gravação nos estúdios renomados.

Se você quer seguir a tendência do home studio, este post é 100% indicado. Na nossa conversa de hoje, te aplico 3 discas de equipamentos para melhorar a qualidade das gravações que você faz aí na sua casa. Não é milagre, nem fórmula mágica e menos ainda um guia de como montar um estúdio caseiro! São apenas algumas sugestões para deixar suas produções com temperos profissionais.

Bora lá conferir esse rolê?

Microfone Condensador Com Diafragma Largo

Eis um investimento que precisa ser feito, independente do orçamento apertado. Vale muito a pena guardar uma graninha para comprar um microfone condensador com diafragma largo. A necessidade de ter esse equipamento em mãos pode ser resumida em uma única palavarinha: “polivalência”.

Rode NT1A, microfone de diafragma largo,

Rode NT1A, microfone condessador de diafragma largo (Foto/Divulgação)

Com esse equipamento, além de registrar os vocais, você pode gravar instrumentos de cordas acústicos, como violão, cavaquinho e ukulele; percussão leve, bongô, pandeiro e congas; e mais um monte de coisas! Além do mais, o condensador também pode ser usado como microfone de ambiente para quando for gravar a bateria.

Quanto custa? O modelo da foto acima, o Rode NT1A, custa na faixa de R$ 2.000,00. É um investimento relativamente alto, mas que vale a pena um esforço para que caiba no seu bolso 😉

Software de Mixagem e Masterização

Então, você gravou a sua música! Agora, é só mandar ela pro seu Palco MP3 e começar a divulgar, correto?

Se para responder à pergunta acima você encheu a boca para falar “sim”, saiba que está cometendo um erro gravíssimo! Afinal de contas, antes de ser divulgada para o mundo, toda gravação precisa de passar por duas etapas:

  • mixagem: momento de colocar todos os volumes e frequências no lugar certo, para deixar a música mais agradável aos ouvidos
  • masterização: processo de colocar a música no “volume final” e dar uma comprimida para soar mais parecido em diferentes canais

Com uma rápida conta, observa-se que os dois processos acima são os responsáveis por transformar uma gravação em um produto final com qualidade de áudio. Porém, não tem como fazer isso usando um programa qualquer pirateado na internet! A boa notícia, entretanto, é que o mercado oferece opções com custo x benefício relativamente bem interessantes. Uma delas é o Ozone, software que faz os dois processos.

Imagem mostra a interface do Ozone 9, programa de mixagem e masterização

Interface da versão mais moderna do Ozone (Reprodução/Site Oficial)

Quanto custa? A versão mais atualizada do Ozone custa US$ 499,00 dólares, algo em torno de R$ 2.600,00. O preço tá meio salgado, principalmente em tempos de desequilíbrio econômico mundial. Mas encare como investimento! Além do mais, você pode cobrar para mixar e masterizar músicas de outros de artistas e, assim, conseguir recuperar um pouco da verba investida.

Dê só uma olhadinha nos poderes desse programa:

Atenção: para compreender e aplicar os fundamentos da mixagem e da masterização, você precisa buscar conhecimento. Não é só instalar no computador e clicar em alguns poucos comandos. Por isso, se for investir num software de tamanha envergadura, tenha em mente a necessidade de buscar tutoriais e cursos sobre o assunto.

Monitores de Referências Confiáveis

Quando começamos a gravar em casa, o entusiasmo chega junto e acabamos deixando de lado uma questão importantíssima: como ouviremos as produções? Bem… você vai precisar de um par de monitores. E confie em mim: as caixas do aparelho de som da sua casa não funcionam como monitores de referência, pois, o som entregue não oferece noções ideais de quais aspectos precisam ser melhorados nas gravações.

Um par de monitores de áudio decente pode custar uma grana que, de repente, vai comprometer bastante o seu orçamento. Além do mais, se o seu home studio ainda não recebeu o tratamento acústico, o ideal é que você invista em um par de caixas multimídia.

Em conversa com o Noel Fernandes, técnico de áudio do Cifra Club, site parceiro do Palco MP3, aprendi uma lição que vale para todas as pessoas que desejam fazer gravações caseiras. Se liga no papo reto:

“Não recomendo monitores de áudio baratos, porque eles custam mais do que entregam. Já essas caixas multimídias entregam mais do que custam”.

Ainda segundo nosso amigo Noel, as caixas Edifier R1000T4 são ótimas opções para um estúdio caseiro. Elas não são monitores de referência, mas são boas o suficiente para fazer esse papel. Em média, um par da  Edifier R1000T4 sai na faixa dos R$ 800,00.

Mais dicas para sua carreira artística

E já que o papo aqui é sobre dicas de carreira, não deixe de dar uma conferida nos outros posts da coluna Dicas de Carreira. Se liga só no naipe do conteúdo:

E não se esqueça de compartilhar o link deste post nas suas redes sociais e grupos de WhatsApp voltados para carreira artística 🎼