O que a música representa para você? É um hobby ou é a fonte que gera os recursos financeiros necessários para o seu sustento?

Se você é músico profissional (independente de fama, sucesso, etc e tal), é bem provável que o momento não seja dos melhores. Em razão da pandemia do Covid-19, não tem como cair na estrada para fazer shows. Nem mesmo os bares, restaurantes e praças de alimentação de shoppings reúnem condições e permissões de promoverem eventos.

No fim das contas, não precisa ser coach ou expert em coisa alguma para compreender que o momento não está dos mais fáceis para o artista – sobretudo para quem é do cenário da música independente ou faz parte da cena de cover 🎶

Os impactos causados pelo Coronavírus vão reverberar pelos próximos meses e, de fato, pode ser que mudem as formas de se fazer e consumir música daqui pra frente. Na condição de incentivador da novíssima música brasileira, o Palco MP3 encara esse assunto com bastante seriedade.

Já que é além de uma forma expressão artística, a música é o seu ganha-pão, este texto reúne algumas dicas para que você consiga buscar alternativas para conseguir trazer dinheiro para casa. A intenção aqui, de forma alguma, é ser “materialista”, ou seja, o objetivo final é te ajudar a lidar com esses tempos de crise.

Busque os auxílios do governo e de autoridades

Não é vergonha recorrer às autoridades competentes. Você não será menos artista se buscar os auxílios disponíveis para a classe.

Pra começar: já fez o seu cadastro para receber a Renda Básica Emergencial (RBE)?

Trata-se de um auxílio emergencial, de R$ 600 mensais, que será pago pelo estado brasileiro a profissionais informais que vivenciam consequências nas suas respectivas gerações de renda. O benefício contempla autores e intérpretes de qualquer área — música, teatro, cinema, artes visuais, dança e outras. Além dos artistas, os técnicos de espetáculos e outros membros da cadeia produtiva artística também serão contemplados.

Todos os interessados obrigatoriamente precisam estar cadastrados na página do Cadastro Único, localizada dentro site oficial do Governo Federal.

Jovem segura violão e usa capacete

O músico precisa estar protegido de todas as maneiras (Foto/Pexels)

Uma assinatura pode parecer pouca coisa. Porém, no final das contas, esse pequeno gesto ajuda a mostrar a força do apelo popular. Por essas e outras, há também duas petições públicas que um artista precisa assinar:

Não há garantias de que os pedidos manifestados em uma petição sejam acatados. Porém, juntos conseguimos organizar nossos anseios e necessidades e – consequentemente – fazer com que nossas vozes sejam ouvidas com mais atenção e intensidade.

Faça um crowdfunding e busque ajuda dos fãs

Quem também pode te dar um help e tanto são eles, a razão da existência de uma carreira artística… Sim, os fãs!

E como é que seu público pode te ajudar? As possibilidades são muitas. Para facilitar o entendimento, vou enumerá-las abaixo:

  • Comprar algum produto (camiseta, boné, chaveiro, CD, etc) na sua loja digital
  • Compartilhar os links das suas faixas
  • Fazer fazer posts mostrando as qualidades de seu trabalho
  • Participar e ajudar a divulgar as lives que você fizer
  • Quando os shows voltarem, comprar ingresso, e te ajudar a lotar o local da apresentação
  • Não pedir devolução de ingressos de algum show adiado

Para a listinha de ações acima funcionar, você precisa levar um papo reto com seus fãs. Afinal de contas, ninguém consegue adivinhar as coisas 😉 Explique a situação e mostre a importância que o público tem para a movimentação de sua carreira.

Plateia aplaude um aretista, durante um show

As mãos que te aplaudem, literalmente, são as mesmas que vão te ajudar (Foto/Pexels)

Outras formas de conseguir apoio popular são o crowdfunding e as vaquinhas solidárias. Elabore um projeto para criar um crowdfunding ou use – com todo bom senso possível – a ferramenta de apadrinhamento contínuo da Patreon. Não se esqueça de que há plataformas que podem ser usadas para cada projeto, como você confere aqui.

Mas, digo e repito: para funcionar, você precisa jogar aberto com seus fãs. Não tenha receio ou vergonha de manifestar pedidos de ajuda. Sem a ajuda do público, o artista vai do nada para o lugar nenhum.

Monetize suas lives

Claro que não há nada que possa substituir o formato de show ao vivo. O artista e o público precisam daquele momento de se olharem nos olhos e viverem experiências sensoriais. Porém, em tempos de pandemia, os shows remotos são tendência. E é bem possível, inclusive, que as apresentações à distância se consolidem como forma de consumo de música.

Se você já tem uma base forte de seguidores e fãs nas mídias sociais, vale o esforço de agitar algumas lives pagas. Para um artista independente, a melhor forma de arrecadar com uma live é colocar um link de PayPal.me ou de Venmo na descrição do seu evento, e incentivar o público a fazer doações.

Saiba como gerenciar o seu tempo

Muita gente pensa que a quarentena é uma extensão das férias, concorda? Acontece, no entanto, que o artista que cai nesse canto de sereia, perde um dos bens mais preciosos que há… algo que o dinheiro, realmente, não pode comprar… Sim, estou falando do tempo!

Homem sentado à mesa, observa um relógio de parede

Não deixe o tempo escapulir de seu controle (Foto/Pexels)

Aproveite seu tempo para aprimorar os seus talentos. A seguir, você confere algumas dicas para transformar os dias de inatividade em dias de produção.

Componha novas músicas

Você pode aproveitar o momento e escrever algumas músicas novas, por exemplo. A situação é inspiradora e, inevitavelmente, pode estimular o compositor construir letras reflexivas, consoladoras e até de protesto ✍️

Para divulgar essas novas canções, você pode usar as suas redes sociais e o seu Palco MP3. E aí, quando rolar uma live, as músicas estarão na ponta da língua dos seus fãs.

Tá precisando de inspiração? Então, dá uma conferida nessas 7 dicas para melhorar seu processo de criação musical. Tem também um gerador de ideias para compositores que é, uma ótima alternativa para encontrar os gatilhos mentais que conduzem um processo criativo.

Faça cursos gratuitos para artistas

Já parou pra pensar que a internet oferece uma pá de conteúdo voltado para carreira artística? Muitos deles são pagos, de fato. Porém, os materiais gratuitos para artistas têm um padrão de qualidade acima da média. No Cifra Club, por exemplo, você encontra cursos de violão, viola, ukulele e até na área de áudio!

Imagem de divulgação do curso de ukulele do Cifra Club

Clique na imagem e comece o curso de ukulele do Cifra Club (Divulgação_

Quem também tem ótimos cursos para artistas é o YouTube Creator Academy. Entre outras aulas, eles te ensinam a configurar o seu canal de artista e a como como criar e desenvolver seu canal.

Mais dicas para sua carreira artística

E já que o papo aqui é sobre dicas de carreira, não deixe de dar uma conferida nos outros posts da coluna Dicas de Carreira. Que tal, por exemplo, aprender como escrever um release de alta qualidade? Ah, por aqui também você fica ligado nos erros que um artista independente não pode cometer.

E não se esqueça de compartilhar o link deste post nas suas redes sociais e grupos de WhatsApp voltados para carreira artística 🎼