O rock nacional continua mais forte do que nunca e a prova disso é o EDP Live Bands, que levará uma banda independente brasileira para tocar no festival NOS Alive’18, em Portugal! Foram 1.500 inscritos de todas as partes do país e apenas oito bandas se tornaram finalistas no concurso musical.

Os grupos classificados são Sound Bullet (RJ), Codinome Winchester (MS), Bibiana Petek (RS), Cabelera (RJ), Código de Conduta (SP), Dkukas (MS), Jamirulus (SP) e Madame Lulu (MA). Com representantes de diversos estados brasileiros, não é de se espantar que as influências das bandas variem do rock indie ao reggae, passando pela MPB e pelo rap.

Bandas finalistas:

1. Codinome Winchester

Mostrando que o Centro-Oeste do país também é do rock, a Codinome Winchester faz um mix do instrumental próprio, repleto de referências internacionais, junto a arranjos grandiosos e um vocal inconfundível.

O rock do MS está salvo nas notas musicais das Codinome Winchester (Foto/Sarah Outeiro)

Misturando o rock clássico com a vibe psicodélica setentista, o grupo é formado por Fillipe Saldanha (voz), Arthur Maximilliano (guitarra e teremim), Guilherme Napa (bateria), Luciano Armstrong (guitarra, backing vocal e sintetizador) e Thiago Souto (baixo).

2. Cabelera

Na estrada desde 2015, o power trio é formado por Jean Ferreira (voz/guitarra), Leo Magdalena (bateria) e Marcio Castiga (baixo). O som dos caras tem influências e pitadas de pop, rock, soul, reggae, samba e blac music. Na dúvida, você pode dizer que a Cabelera faz uma música “tupiportoguaranifricana”.

3. Jamirulus 
Formada por Bruno Geddy (voz), Lenadro Bocca (baixo), Don Bocallini (bateria) e Simba (guitarra) e Gabi de Oliveira (voz), a banda Jamirulus faz um pop rock groovado, dançante e funkeado!

4. Sound Bullet

Com uma sonoridade contagiante, eles lançaram no último ano o disco “Terreno”, considerado pela crítica especializada um dos melhores de 2017.

A Sound Bullet faz um som contagiante (Foto/Pedro Guarilha)

Sound Ballet é formada por Guilherme Gonzalez (voz e guitarra), Fred Mattos (baixo), Rodrigo Tak-ming (guitarra), Henrique Wuensch (guitarra) e Pedro Mesquita (bateria).

5. Código de Conduta

Depois de algumas alterações na formação, desde 2012 a Código de Conduta segue com a mesma trupe, o que não torna a banda menos ‘antiga’ no cenário do interior de São Paulo. O repertório é versátil e passa por clássicos dos anos 80 até bandas que surgiram na ultima década, fixados no rock e proseando com rap, reggae, samba e MPB.

6. DKUKAS

A DKUKAS é uma banda do norte do Brasil para o mundo. Formada por Maelson Adah (voz/violão), Ellô Moura (cajon/ percussão), Gleison Ferreira (violino) e Lara Kell (voz), a banda está na estrada desde 2015. Com forte influência das música folk, o quarteto investe suas fichas e talentos no pop rock acústico.

7. Madame Lulu

Com mais de 12 anos de estrada, a banda Madame Lulu faz um som inspirado no melhor do pop rock das décadas de 80 e 90. Em sua formação estão os músicos Ricardo Lima Cruz (voz), Betão (bateria), Patrick de Paula (guitarra) e Acacio Oliveira (baixo).

8. Bibiana petek

“Não sei pra você, mas pra mim não é nada comum sentar pra tomar um café com uma guria de 20 anos e ela botar na mesma frase, sem nenhuma afetação, Paulinho da Viola, Baden Powell, Vinícius de Moraes e Haydn. Pois essa é a Bibiana“.

O concurso…

Realizado em Portugal desde 2014, o concurso EDP Live Bands está em sua terceira edição no Brasil e busca promover e incentivar bandas independentes de rock e pop-rock, fazendo a ponte entre terras tupiniquins e lusitanas. Muito além de dar visibilidade aos grupos, o concurso também prevê um workshop com especialistas renomados da indústria da música, que compartilharão suas experiências de como ter sucesso no mundo artístico.

A final será realizada ao vivo, no dia 12 de maio, em São Paulo, onde um júri especializado selecionará a banda vencedora que, além de ir tocar no festival NOS Alive’18, em Portugal, também gravará um álbum com a Sony Music. No evento, cada uma das bandas apresentará duas músicas originais e inéditas e serão avaliadas por aspectos como técnica, execução e interpretação musical, originalidade, presença de palco e interação com o público. O EDP Live Bands é fruto da parceria entre EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico, com a Everything is New e Sony Music, com apoio institucional da Revista Lounge.