Ao contrário do que muita gente pensa, KondZilla não é apenas o videomaker dos funkeiros. Na real, sob a liderança do grande Konrad Dantas, esse rolê tem sido o grande agitador cultural do funk, uma das vertentes mais emblemáticas da música brasileira popular.

Sério: a KondZilla Records é um pólo exportador de hits! São obras diferenciadas, sem barreiras e que fazem questão de não ser variação do mesmo tema. Por isso, a nossa conversa de hoje gira em torno dos 5 lançamentos mais recentes dessas feras.

Ficou na pilha pra montar a playlist pro próximo baile? Então, se liga só nesse Top 5 que listei aqui neste post:

  • Vai Safada
  • Empina a Rabeta
  • Tá Proibida de Me ver Amanhã
  • Bumbum na Rave
  • Chamei a Novinha no Whats

Agora, é só preparar os fones de ouvido aí e se jogar no funk!

1. Vai Safada – MC MM

MC MM (Foto/Divulgação)

Esse é um artista bastante versátil! Começou com os batidões, surfou na onda romântica do funk com pegada acústica e agora colou no rolê dançante.

Voando alto, como sempre, MC MM faz do single Vai Safada mais uma prova de sua capacidade de inovação e de experimentalismo sonoro.

2. Empina a Rabeta – MC Brankim

MC Bramkim (Foto/Divulgação)

Ele canta, agita, dança, tem cabelos azuis e tatuagens no rosto. Na falta de palavras, o termo “ousadia” é perfeito para definir o MC Brankim, um dos principais nomes do funk paulistano.

Ele apareceu em cena com os hits Menina Maluca, Culpa da Cachaça e Sem Compromisso. Agora, neste segundo semestre de 2019, Brankim chegou chegando com a faixa Empina a Rabeta.

3. Tá Proibida de Me ver Amanhã – MC Dede

MC Dede (Foto/Divulgação)

Um dos pioneiros do funk ostentação, MC Dede é uma das maiores lendas do funk paulista. Cria da Cidade Tiradentes, o MC representa a juventude periférica e seus desejos de consumo.

Sua nova música de trabalho é a romântica Tá Proibida de Me Ver Amanhã, faixa que conta com vocais da Mc Marangoni. Com essa canção, Dede deixa claro que realmente é um dos artistas que melhor souberam fazer a transição no funk e acompanhar os movimentos e tendências do cenário.

4. Bumbum na Rave – Dani Russo

Dani Russo (Foto/Divulgação)

Uma das poucas MCs mulheres no circuito de funk de São Paulo, Dani Russo representa a força feminina e a nova juventude digital, que vive nas redes sociais e são conscientes com o mundo ao seu redor.

Logo no seu primeiro trabalho, Dani alcançou os impressionantes 110 milhões de visualizações no canal KondZilla. Sua música mais nova é o hit Bumbum Na Rave, uma faixa que conta com participação do MC Hollywood.

5. Chamei a Novinha no Whats – MC Hollywood

MC Hollywood (Foto/Divulgação)

Dono de um timbre de voz grave, com ares operísticos, MC Hollywood é um dos funkeiros mais diferenciados na cena atual. Uma de suas maiores inspirações é o clássico O Barbeiro de Sevilha, de Gioachino Rossini.

Hollywood garante seu espaço no funk com músicas que caíram nas graças do povo como, Tipo Rave Balança o Popo e Bebendo e Fumando. Seu novo hit é a inconfundível Chamei a Novinha no Whats.

Viu só como essas músicas são realmente diferenciadas? A galera da KondZilla Records tem o dom de trabalhar sonoridades e de moldar artistas que dão as cartas no cenário. Agora, é só você formar o bonde e cair no funk!