O trombonista Josiel Konrad é um músico, carioca, que começou sua carreira em 2015. No ano seguinte, ele levantou o voo internacional e se apresentou na famosa casa de jazz Ronnie Scott’s Jazz Club, reduto jazzístico em Londres. Ainda na “Terra da Rainha”, Konrad gravou algumas músicas com a talentosíssima Nina Miranda.

Josiel Konrad é um sopro divino na música brasileira (Foto/Facebook)

Apesar do pouco tempo de carreira, Josiel já tem na bagagem os trabalhos autorais “Time Line”, “+ Amor”“Quando Menino”. Os álbuns registram suas concepções jazzísticas e a sua forma de ver o mundo, ou seja, os discos de Konrad injetam doses de honestidade nas veias do cancioneiro da novíssima música brasileira.

Apesar de pilotar o jazz com destreza de Ayrton Senna, Josiel Konrad também bebe nas fontes da música brasileira popular. Sem muitas firulas linguísticas, suas letras abordam a questão dos relacionamento maduro, sincero e intenso. Com a certeza de que o “todo artista tem de ir aonde o povo está”, como bem decretou o genial Milton Nascimento, Josiel soube encontrar o caminho exato para tocar a mente e chegar ao coração do público. Experimente tentar resistir, por exemplo, aos encantos das músicas “Com Você Me sinto Vivo” e “O Mulher”, duas das declarações de amor mais sutis cantadas em português.

Konrad também se dá bem com o violão em mãos (Foto/Facebook)

Inquieto, como todo bom artista, Josiel Konrad faz apresentações com o “Josiel Konrad Project “, lidera um quarteto, no show “Gafieira Jazz”; e ainda tem projeto “JazzModa Experience”, cujo filme você confere abaixo:

Ao entrar em contato com o trabalho de Konrad, o ouvinte fatalmente experimenta uma atmosfera artística fora do comum. Apreciar uma obra que sabe dosar criatividade, talento e bom gosto, sempre é um festival para as experiências sensoriais. Se você não quer ouvir “mais do mesmo” ou, eventualmente, tem a sensação de que precisa de músicas que nasceram para resistir ao implacável teste do tempo, o Palco MP3 de Josiel Konrad é o seu lugar.