Símbolo e patrimônio da cultura nacional, o samba é uma dança e um estilo musical que surgiu no período colonial. Com mais de 100 anos de história, e com raízes africanas e brasileiras, o ritmo chegou por aqui por meio das mentes e corações dos escravos africanos.

Na mesma árvore genealógica do samba, como você sabe, está o pagode. Cada um à sua maneira, esses tipos de música contagiam, emocionam e fazem parte da memória afetiva do cidadão brasileiro.

Como forma de tributo a esses ícones do nosso povo, listei 3 artistas de samba e pagode que você precisa ter em sua playlist! Se prepare aí, pois as músicas tomarão conta do ambiente e ninguém conseguirá ficar parado.

Diney

Diney é um cantor e compositor de sambas

Diney (Divulgação)

Cria de Marechal Hermes, subúrbio do Rio de Janeiro, o cantor e compositor Diney já emplacou músicas nas vozes de Belo, Péricles, Caetano Veloso, Ferrugem, entre outras lendas da música brasileira popular.

Atuando como artista solo desde 2015, Diney já lançou um disco e vários singles. Dono de um timbre de voz suave e duma sensibilidade ímpar, ele é acostumado a fazer canções que vão do cotidiano das comunidades ao romantismo em seu estado mais puro.

E por falar em músicas, os trabalhos mais recentes desse artista tão singular são as faixas A Casa Caiu, Direct e Fala Baixinho. É só dar o play e deixar a emoção fluir!

Sem Limite

Natural de Belo Horizonte, o Sem Limite tem algo em torno de oito anos de carreira. Sem abandonar as raízes das rodas de samba, o grupo faz um pagode contemporâneo.

Sem Limite acaba de lançar o EP Descomplica

Sem Limite é a força mineira do pagode (IMagem/Divulgação)

Durante uma boa parte de 2018 o grupo trabalhou no single Eu Faria, faixa que contou com os vocais do cantor e compositor Rodriguinho.

Já em 2019, esses mineiros maneiros lançaram o  EP Limite Descomplica. São seis faixas que transitam entre a pegada acústica e batidas eletrônicas. Por suas vezes, as letras abordam questões sobre relacionamentos.

Fundo de Quintal

Grupo Fundo de Quintal, lenda do samba

Fundo de Quintal (Divulgação)

Com 49 anos de estrada [o cinquentenário será celebrado no dia 20 de janeiro de 2020] o Fundo de Quintal é uma lenda do samba. De forma bem original, esse grupo carioca ficou conhecido por inovar e usar instrumentos até então incomuns nas rodas de samba, como o banjo com braço de cavaquinho.

Ao longo de sua extensa discografia, esses sambistas veteranos costumam abordar assuntos que envolvem pautas cotidianas, relacionamentos, etc e tal. Um de seus trabalhos mais recentes é o single Nosso Bem Maior, uma canção que fala sobre fé, família e alegria.

Mais samba e pagode

E se você gosta desses ritmos contagiantes, se liga só nos conteúdos que tenho pra te aplicar:

  1. Na palma da mão: 5 artistas que “não ‘deixam’ o samba morrer”!
  2. 3 artistas que fazem samba do bom para você ouvir no Palco MP3!
  3. Embarque no mundo mágico da “Casa do Samba em Minas Gerais”
  4. 5 perguntas pra Jorginho Sorriso, um gênio do pagode romântico
  5. 3 artistas que representam o pagode na novíssima música brasileira!