Se a sua banda está no começo de carreira, você já percebeu que o rolê não se resume em shows e ensaios. Para facilitar um pouco a caminhada, é interessante pensar o projeto artístico como se fosse uma máquina, isto é, os músicos são  engrenagens que exercem um papéis fundamentais e importantes. Por isso, você deve evitar tocar com gente preguiçosa.

Talvez possa te interessar: 

Neste post, vamos conversar um pouco sobre como você pode planejar a divisão de atividades entre os integrantes de sua banda. Fórmula milagrosa não existe, mas acreditamos que sempre é possível adequar cada perfil com as atividades mais formais de uma carreira.

Continue com a gente e, certamente, você saberá como manter a banda afiada e afinada em todos os sentidos 😉

Uma tarefa para cada perfil

Se você está aqui, certamente o seu perfil é o de liderança. Sendo assim, está em suas mãos, e na sua mente, a responsabilidade de entender qual integrante da banda combina com cada tarefa. Para que ninguém se sinta sobrecarregado, procure distribuir uma atividade para cada perfil.

Uma banda é formada pro engrenagens

O bom líder de banda confia em seus companheiros até quando fecha os olhos (Foto/Pexels)

É bem provável que um de seus companheiros tenha conhecimentos sobre trâmites burocráticos e administrativos. Com esse integrante, então, pode ficar a tarefa de cuidar dos procedimentos para registrar as músicas, formalizar a banda, elaborar contratos para shows, etc.

Por sua vez, o integrante que for mais pontual pode ser o encarregado de gerenciar o tempo da banda. Caberá a ele cuidar dos agendamentos de ensaios, reuniões, marcar local e horário de saída para os compromissos profissionais, entre outras.

Banda de músicos numa sala de estar

Cada integrante de uma banda pode fazer a tarefa que mais combinar com seu perfil (Foto/freepik)

Já o cara que manjar um pouco de artes gráficas e for heavy user de internet, certamente pode fazer um ótimo trabalho gerenciando as redes sociais e a vida digital da banda. Com um pouquinho de curiosidade, bastante bom senso e muita boa vontade, o social media estará em ótimas mãos. Esse trabalho requer jogo de cintura para lidar com comentários de haters e de fãs, ou seja, as respostas não podem ser contaminadas pelas mazelas do ego [elogios fazem bem, mas é preciso saber lidar com eles] e nem pela intolerância [cordialidade é necessária em qualquer situação].

O cuidado com as redes sociais é fundamental para a carreira de uma banda (Foto/freepik)

Com muito treino e ponderação, outra tarefa que pode ser delegada para alguém é missão de descolar os shows. Como esse trabalho requer muito tato e atenção redobrada, coloque-o nas mãos de uma pessoa que tenha boa comunicação, seja transparente e saiba lidar com negociações.

Como colocar isso em prática?

Certamente, você percebeu que a união realmente faz a força. Você pode estar pensando, amigo leitor, que as palavras acima são lindas, mas há uma pergunta que não quer calar: como colocar tudo isso em prática?

É mais fácil do que parece 😉

Se você é o líder natural da banda, procure conversar com cada integrante e observe atentamente todas as palavras que forem ditas. Procure conhecer mais seus companheiros de banda! Faça perguntas focadas em descobrir os interesses pessoais e profissionais que seus colegas de estrada carregam dentro de si. De repente, você tem um guitarrista que também é um ótimo gerente de turnê.

Com uma boa conversa, qualquer coisa é possível

Com um diálogo, a parceria fica ainda mais forte (Foto/freepik)

Como a banda não é um regime totalitário, não imponha responsabilidades nos ombros de ninguém. Se a pessoa não se sente preparada para fazer uma determinada tarefa, procure entender e buscar outras soluções. Nunca se esqueça de que uma coisa feita por obrigação, inevitavelmente fica mal feita.

Importante: liderança é bem diferente de tirania. Lembre-se que apesar de líder, você não necessariamente deve sentenciar que “fulano deve fazer isso” ou que “sicrano deve fazer aquilo”. Na base do diálogo, você consegue negociar e, certamente, extrair o que cada um pode oferecer.

Por fim, mas não menos importante: depois de distribuir as tarefas de maneira justa e sensata, não deixe de monitorar o andamento das coisas. Sempre feddbacks e não tenha medo de elogiar o trabalho bem feito. Se por algum motivo as cosias não tiverem caminhando dentro dos conformes, lembre-se de colocar em prática o verbo fundamental para qualquer tipo de relacionamento: dialogar.

P.S.:

Já que este nosso papo envolve profissionalismo, nós temos algo mais para te ajudar! Dá uma conferida nas matérias da seção “Dicas de Carreira” e não vai sair no lucro! Por lá, além de saber como usar seu Palco MP3 corretamente, você vai se inteirar sobre como cuidar melhor da reputação digital da sua carreiraaumentar o número de plays do seu Palco MP3planejar seus lançamentos e muito mais!