Nós, aqui do Blog do Palco MP3, amigo leitor, pretendemos tratar sobre as origens da música sertaneja em uma postagem exclusiva. Para começarmos nosso assunto de hoje, no entanto, precisaremos voltar em alguns pontos da linha do tempo do sertanejo.

Sob a orquestração do agitador cultural Cornélio Pires (1884 – 1958), a história da música caipira/sertaneja começou em algum momento da década de 1920. Após algumas transições e mudanças, o sertanejo chegou na década de 1970 cada vez mais próximo da cidade grande e relativamente distante do campo. E foi nesse cenário mais moderno que surgiram duplas como Milionário & José Rico, Chitãozinho e Xororó e a nossa homenageada de hoje: Gilberto & Gilmar.

Naturais da cidade de Rinópolis, interior do estado São Paulo, ainda na infância, os irmãos Gilberto e Gilmar se mudaram com a família para a capital paulista. Fascinados com o som de duplas caipiras como Tonico e Tinoco, Jacó e Jacozinho e Caçula e Marinheiro; e contando com o incentivo do pai, Joaquim Gomes de Almeida, Gilberto e Gilmar formaram a dupla quando eram bem garotos. Pouco depois, conquistaram o primeiro lugar em um concurso promovido pela Rádio Clube de Santo André e participaram, como calouros, do programa de Silvio Santos, em 1969. Em 1970, gravaram duas músicas no disco “26 anos de Glória”, de Tonico e Tinoco, e também interpretaram a veterana dupla na infância.

Ainda em 1970, Gilberto & Gilmar gravaram o primeiro disco e faziam apresentações em circo cantando e apresentando dramas, tipo teatro mambembe. Ao longo da década de 70, seguiram gravando discos. Com a chegada da década de 1980 e nove discos depois, Gilberto que fazia segunda voz passou a ser a primeira voz da dupla, e assim, logo gravaram o disco “Assino com X”, em 1981, que rendeu o primeiro disco de ouro da dupla. Sem nunca abrir mão de sua essência, mas sempre se adaptando às tendências, Gilberto & Gilmar romperam os anos 80 e chegaram nos dias de hoje emplacando inesquecíveis sucessos como “Música da Saudade”, “Só Mais Uma Vez”, “Palavras de Amor”, “Nóis Não Vive Sem Muié, “Quebra Tudo”, “Tá Ruim, Mas Tão Bom”, entre outras.

Com uma carreira que ultrapassa 4 décadas de existência, 4 discos de platina, 5 discos de ouro e incontáveis hits nas paradas de sucesso, a dupla Gilberto & Gilmar faz parte do time de artistas que influenciaram as gerações subsequentes da música sertaneja. De Leonardo a Bruna Viola; de Gian & Giovani a João Bosco e Vinicius; e de Roberta Miranda a Marília Mendonça, todo mundo bebeu (e ainda bebe!) um pouquinho na fonte dos intérpretes de “Capa de Revista”.

Atualmente, a dupla segue fazendo seu trabalho e se apresentando para fãs Brasil afora. Por onde passa, é só sucesso e alegria. E sabe o que é mais legal, amigo leitor? Você pode relembrar os grandes sucessos e curtir as novidades de Gilberto & Gilmar no Palco MP3! Corre lá!