O rap faz parte da história do Brasil. Já os rappers capixabas, artistas do Espírito Santo, são uma das referências do nosso país. Alguns exemplos de nomes que vieram de lá são os cantores PTK, Morenna, Dudu, Noventa e Budah. Isso sem falar em outros que também estão no corre diário pelo fortalecimento do rap nacional e merecem destaque por seu talento e determinação.

Para você que gosta do estilo, preparamos uma lista especial com nomes no cenário independente que valem a pena ouvir. Prezamos por variedade em estilos, idade e referência. Esperamos que você goste!

4 rappers capixabas para conhecer

Para a construção deste artigo, separamos 4 rappers capixabas que são artistas incríveis. Buscamos trazer um pouco mais de suas trajetórias, quem eles são e/ou quais são os próximos passos de suas carreiras. Falaremos a seguir de:

  • Aliado Jota;
  • Alex Emissário;
  • Islan MC;
  • Ton Withan.

Aliado Jota

Certamente, Aliado Jota é um dos nomes promissores da nossa lista. Com mais de 25 anos de carreira, nunca abandonou suas raízes. Como resultado, tornou-se uma referência do rap e do hip hop da região. Junte a isso ao fato de que já cantou ao lado de grandes nomes, consolidando ainda mais o seu talento.

Emicida, Rashid e Tássia Reis são alguns deles. Assim como outros artistas independentes, o início da sua trajetória foi nos anos 90, onde ele lançou os seus primeiros autorais. Com direito a música tocando na rádio, o sucesso veio um pouco depois com os singles “Oito Ventos” e “Estilo Solto“.

O segundo foi responsável pela sua vitória no prêmio Doguetto de “Melhor Álbum do Ano”. Em conjunto, os hits ajudaram não só na sua inserção no cenário internacional, como na sua consolidação no mercado. Tanto que ele também fundou o grupo de rap Loz Hombrez, que participou do maior evento de hip hop da América Latina.

Mas, o interessante de sua trajetória é que a sua identidade musical, tão característica, foi inspirada em referências dos mais variados estilos. Elza Soares, Michael Jackson, Bob Marley, Tim Maia, Djonga, Travis Scott são só alguns deles.

Aliado Jota, rapper capixaba, focado no game
Foco no game (Foto: Divulgação)

Durante a pandemia de Covid-19, para suprir a pausa na agenda, Aliado lançou a sua própria marca de roupas, Estilo Solto. Foi em 2021 também que ele expandiu a sua equipe. Para 2022, colocou pra jogo o single “Tô No Game”, produzido pelo Skeeter, com a mixagem e masterização de Chris Helv.

Israel Lima criou a capa e Diego Capeletti produziu, dirigiu e captou as imagens. Já a produção executiva ficou nas mãos do próprio Aliado Jota e de Lana Neves. O roteiro contou, novamente, com envolvimento do artista e de Diego Capeletti. Confira:

Alex Emissário

Natural de Vila Velha, Alex Emissário iniciou a sua carreira em 2002 como compositor. Em 2007, o rapper capixaba se tornou músico e entrou para o grupo Face Oposta. Apadrinhados pelo ES, Gl Preto (Negritude Ativa) e Rafael Cyclop (Inversão Brasileira) e Emanuel 7Linhas, eles se apresentaram por todo o Brasil.

Além da música, você pode encontrar Emissário como um dos editores da Rap Dab (Foto: Instagram/Alex Emissário)

Um pouco após, em 2009, se desligou do grupo para voltar ao cenário em carreira solo em 2011. Foi neste ano que recebeu o nome “Emissário”, que utiliza até hoje. Em 2012, ele entrou para outro grupo, no entanto, ficou somente por um ano e logo após continuou na carreira solo.

Algumas de suas músicas mais famosas aqui no Palco são “Top Boy“, “Debaixo dos Provérbios” e “O Show Começa Agora“.

Islan MC

Em 2009, Islan MC entrava para o cenário do rap e do hip hop. Durante os mais de 10 anos de carreira, são cerca de 3 discos produzidos e 150 produções com Masknobeat. Fora as suas conexões no México e no Brasil. Paralelamente, o cantor se tornava referência pelas ações sociais.

MC, beatmaker e DJ: Islan faz de tudo um pouco na carreira (Foto: Instagram/Islan MC)

Além disso, ele participou da Batalha do SP1, da Homenagem da Escola Eliana Rodrigues, do BeatSession, do Sarau de Poesia no CECAES e o Favela Mandela Trap.

O artista independente nascido em Vitória já ultrapassa os 70 mil plays aqui no Palco MP3, com a canção D E F E I T Os entre as mais ouvidas.

Ton Withan

Embora tenha nascido em Belo Horizonte, Ton Withan entra para a nossa lista de rappers capixabas. Isso porque a sua carreira musical começou no Espírito Santo, mais especificamente, em Vila Velha. Em síntese, ele iniciou como backing-vocal e músico instrumentalista em 2010,

Ton Withan nome promissor do rap capixaba
Ton Withan vai além dos palcos e é o nome por traz da Uz7 Records (Foto: Instagram/Ton Withan)

Com o decorrer da sua carreira, participou de bandas, grupos e projetos de todos os tipos, Em 2017, recebeu o selo da Uz7 Records para, só recentemente, iniciar sua carreira autoral. Alguns de seus hits mais ouvidos são a canção “Libriana” e “Milady“. Um ponto interessante sobre seu estilo é que ele mistura vários outros para criar a sua identidade tão característica.

Rappers capixabas: pega a visão

Ao longo deste artigo, apresentamos 4 rappers capixabas que valem a pena conhecer. Aliado Jota, Alex Emissário, Islan MC e Ton Withan, todos nomes promissores, que conquistam pelo talento.

E aí, gostou do conteúdo? Então queremos convidar você para ouvir mais da cena do rap capixaba aqui no Palco. Confira as nossas playlists e compartilhe esse artigo nas suas redes sociais!