A dupla Simone e Simara é um dos fenômenos mais interessantes da história recente da música brasileira popular. Apostando no trabalho em conjunto desde 2012, as irmãs possuem uma carreira que só faz seguir a direção dos bons frutos. Donas de uma agenda de shows disputadíssimas e de um cachê que chega no nível dos valores recebidos pelas grandes estrelas internacionais, As Coleguinhas são sinônimos de sucesso entre público e crítica.

Coleguinhas sabem como conduzir um show (Foto/Facebook)

Apesar do sucesso crescente, a dupla descarta o título de “rainhas do sertanejo”. Para Simaria, as modernizações e inovações do sertanejo tornam a categorização algo difícil de impor:

“Eu acho que o nosso som não tem definição. O artista tem que estar inovando sempre. Eu acho que o sertanejo que o povo fala não é mais sertanejo. Escuta a quantidade de som pop que tem dentro de um sertanejo hoje em dia”

Em concordância com a irmã, Simone também entende que não há motivos para rotular o som da dupla. Segundo ela, o som d’As Coleguinhas é a soma de várias referências:

“Não gostamos de rótulos até porque viajamos por outros gêneros. Procuramos sempre inovar em nossas musica, trazer novas influências, tanto nacionais como internacionais, por isso, procuramos não nos rotular a um único gênero musical. Somos cantoras com a liberdade de levar para o nosso público a nossa verdade”

Voo internacional 

Na estrada desde o ano de 2012, a dupla sempre se destacou por aplicar doses de ousadia na carreira. Dispostas a não perderem oportunidades, Simone e Simaria engataram parcerias de sucesso com Alok (“Paga De Solteiro Feliz”), Kevinho (“Ta Tum Tum”) e Anitta (“Loka”). O feat. mais recente das irmãs é a música “Novo”, com a cantora italiana Laura Pausini. A faixa faz parte do trabalho mais recente de Laura, “Fatti Sentire”.

A parceria com a cantora italiana é uma situação 100% ótima para todos os envolvidos. Além de firmar, ainda mais, a carreira da italiana no mercado brasileiro, a música é mais um importante passo para a internacionalização da carreira de Simone e Simaria.

Parceria com cantora italiana é mais uma conquista na carreira da dupla brasileira (Foto/Divulgação)

Feliz da vida com a gravação, Laura comentou sobre a experiência de cantar com as artistas brasileiras:

“Foi uma delícia gravar o clipe com as coleguinhas Simone e Simaria, elas são incríveis e nos divertimos muito. Eu queria fazer algo diferente, com algum artista no Brasil e quando decidi convidá-las, sabia que ficaria lindo. A nossa sintonia foi imediata. Espero que o público goste do resultado”

Em conversa com a revista Quem, a dupla revelou que a parceria com Laura Pausini foi apenas o primeiro passo de uma longa jornada internacional. “Esses primeiros passos [internacionais] já estão sendo dados. Começou com a Laura Pausini, que nos convidou para um feat, e agora vem o Joey Montana e outras parcerias que vamos fazer. A carreira internacional é o próximo passo da nossa história”, disse Simone.

Simone e Siamria vão conquistar o mundo (Foto/Facebook)

Afinada com o discurso da irmã, Simaria aprofunda ainda mais a questão do interesse da dupla no cenário internacional. Segundo ela, o foco não é cantar em inglês e conquistar o mercado fonográfico dos Estados Unidos:

“O que a gente quer mesmo é cantar em espanhol. Principalmente eu, que sou casada com um espanhol há algum tempo. […]Eu nunca imaginei que Juanes, que é famosíssimo na Espanha, na Europa, estivesse morrendo de vontade de cantar com a gente. Eu nunca imaginei na minha vida que fosse ser convidada pela Laura para cantar”

Cientes do que querem para a carreira, Simone e Simaria só dão passos seguros, firmes e graduais. Apesar do pouco tempo de carreira como dupla, as irmãs conhecem todas as amarras e trapaças da indústria. Com um significante know-how em mãos, elas exatamente o que fazer para não ser mais uma piada brasileira no exterior.