Durante as atividades do projeto “Como Vai Seu Mundo?”, num dia qualquer de 2010, os caminhos das cantoras Yzalú e Shirley Casa Verde se cruzaram. Na ocasião, as artistas participaram de uma oficina de música e composição, na “Penitenciária José Parada Neto”, ministrada pela dobradinha Dexter + Coletivo Peso. Naquele encontro começou uma caminhada que só fez solidificar o papel das mulheres no hip hop nacional.

Dando um salto para o finalzinho de março de 2019, a amizade de Yzalú e Shirley Casa Verde foi registrada no EP “Quântica”. Contando com cinco músicas, a obra é um recorte do que há de melhor na novíssima música brasileira. O boom bap dita o ritmo da maioria das canções, que são arquitetadas por melodias vibrantes. Por suas vezes, os vocais potentes das duas artistas derramam letras que definem a forma mais honesta do termo “empoderamento”.

Dupla lança disco que representa a força feminina no hip hop

Clique na imagem e faça o download do disco “Quântica”

De maneira direta, acessível e impactante, as músicas mapeiam o DNA das conquistas femininas. Ao mesmo tempo, as canções têm o poder de questionar sobre os acontecimentos recentes e recorrentes no universo das mulheres. Na faixa “Religare”, por exemplo, a sutileza do violão de Yzalú emoldura algumas perguntas que não querem calar. Afinal de contas, “quem matou Marielle” e quando é que os culpados serão punidos? E as reflexões também são encontradas nas faixas “A Estrada”, uma ótima canção sobre resiliência e resistência, e “Ovelha Negra”, um hino sobre autoaceitação.

Shirley Casa Verde e Yzalú transformam amizade em disco

Yzalú e Shirley Casa Verde exalam atitude, sinceridade e amizade (Foto/Divulgação)

Outro ponto positivo do disco são as as participações especiais. Na instigante “Rainhas da Noite”, Shriley e Yzalú cantam rimas com Cris SNJ, integrante do grupo SNJ, e com  Meg Pedrozzo e Gabi Nyarai, duas grandes representantes da nova geração de mulheres no rap. A letra reflete sobre os perigos, prazeres e inspirações que só a vida na noite pode proporcionar.

Por fim, mas não menos importante: Sem egoísmo e sem vaidade, como toda boa parceria deve ser, as artistas dividiram as composições e a parte burocrática do disco. Yzalú assina a direção artística e executiva, através do seu selo “Nave Maria”, e Shirley Casa Verde assina a direção musical. Com bastante talento, simplicidade e sensibilidade artística, a união dessas duas forças da natureza coloca na mesa algumas questões que a sociedade ainda insiste ignorar. Quando se sabe que ainda há vozes quem não se calam no deserto que é a falta de empatia, a caminhada nesse mundo traiçoeiro, competitivo e injusto fica mais leve.

Importante: Shriley e Yzalú farão 4 shows de lançamento do disco “Quântica”. As datas e locais das apresentações serão divulgadas em breve. Para mais informações, você só precisa acessar o site oficial do projeto e curtir as novidades!