Se você está procurando curtir um som diferente de tudo que tá rolando por aí, este post é o seu lugar. O papo hoje aqui é sobre um trabalho que é referência no quesito “artista inventivo”. Senhoras e senhores, meninos e meninas, manos e minas, abram alas para Marcus Alves.

O cantor e compositor Marcus Alves tocando um baixo semelhante ao de Sir Paul McCartney
Marcus Alves acredita na pluralidade da música (Foto: Celso Cayuella)

O sorocabano Marcus Alves despontou no cenário da música alternativa com o EP Cores e Corres (2019), que teve ótima repercussão por parte do público. Um dos destaques desse trabalho foi a música Invencível.

Com sua poesia de fácil entendimento, Marcus consegue traçar um diálogo claro e perfeito com o ouvinte. Ouvir a forma musical de versos tão incisivos e cirúrgicos, é um forte exercício de percepção acerca do mundo ao redor.

Rélo: exaltação à força da periferia

Na reta final de outubro de 2020, Marcus Alves lançou o single Rélo, música que estará em seu disco de estreia, intitulado Queda Pra Cima. A faixa traz participação do músico e artista visual, 97Kilombo.

Capa do single Rélo, do cantor Marcus Alves
Rélou é uma música sobre ser resistência (Divulgação)

Em Rélo, Marcus Alves fala sobre os cortes e cicatrizes da caminhada do jovem negro brasileiro. O clipe retrata o cotidiano da população periférica, divida entre sonhos, ambições e os obstáculos impostos pelo sistema. A pegada alegre e dançante contrasta com a letra, que bota o dedo na ferida da brutal desigualdade brasileira.

De quebra, a canção ganhou um clipe gravado nas quebradas do Éden, bairro localizado na zona industrial de Sorocaba. Dê o play e confira o resultado:

O músico tem como marca o flerte com diversos estilos e gêneros musicais, tornando seu trabalho difícil de ser rotulado. Jazz, samba, rock, pop, groove, rap, funk, soul e música eletrônica são apenas alguns dos temperos sonoros saboreados em seu trabalho.

Queda Pra Cima, uma estreia que promete

Queda Pra Cima, álbum de estreia do compositor sorocabano, contará com 10 faixas e abordará temas como a depressão, o amor e o estilo de vida rápido. O registro também contará com partições peso: Kodux, Ananda Jacques, Câmara De Ecos, Renan Brenga, são apenas alguns dos nomes confirmados. O disco estreia em novembro. 

Abaixo, você confere o clipe da faixa que batiza o disco

O trabalho desse artista chega num momento interessante da cultura e da sociedade brasileira. Munido de um som ilimitado de referências, influências e batidas, ele derrama seus versos tão instigantes e que despertam o senso crítico até mesmo na ala mais preguiçosa da juventude.

Para alegria de muitos, a música de Marcus Alves é para dançar com corpo e mente – de forma simultânea. Ouça, curta e compartilhe, mas sem moderação!