É bem comum artistas iniciantes estourarem já no processo de produção, por exemplo, todo o orçamento para lançar música. Com isso, a etapa de divulgação do projeto acaba sendo negligenciada e, consequentemente, perde-se a chance de fazer com que o trabalho chegue ao grande público.

Por isso, neste post, vamos te dar algumas dicas de como planejar de forma eficiente e enxuta o seu orçamento

7 dicas de como planejar seu orçamento para lançar música

1. Inclua os gastos com divulgação na sua planilha

Primeiramente, faça uma planilha que inclua desde os gastos com a pré-produção até as etapas finais de divulgação do trabalho pronto. Inclua tudo, desde as horas no estúdio de ensaio com a banda até o pagamento do engenheiro de mixagem e masterização do disco. 

Feito isso, lembre-se de incorporar na planilha custos com website, domínio, identidade visual e logo da banda, fotos e, por último, mas não menos importante, a verba de divulgação. Nessa aba da planilha, atente-se ao detalhamento de gastos com cada mídia ou plataforma em que decida investir.

orçamento para lançar música: aposte nas planilhas
Planilha e calculadora serão suas melhores amigas (Foto: Olya Kobruseva/Pexels)

Uma vez que você já tem esses dados na sua frente, em uma planilha detalhada, fica fácil ver qual é a melhor forma de enxugar os custos e otimizar o gerenciamento dos recursos. Além disso, essa é uma boa maneira de você olhar o orçamento com mais realismo, evitando com isso levar o projeto para além dos seus recursos.

2. Faça um orçamento baseado no formato e na mídia escolhida

É interessante também o artista pensar no formato do material que quer divulgar. Tendo em vista que trabalhar na divulgação de um DVD ao vivo ou de um álbum cheio poderá ser mais oneroso que investir na divulgação de um single ou de um EP.

Por outro lado, é necessário também pesquisar os custos específicos de divulgação em diferentes mídias. Por exemplo, investir no Google Ads para anunciar o videoclipe de seu single no YouTube tem um preço, pagar para influenciadores no Instagram divulgarem seu trabalho terá outro.

orçamento para lançar música: planejamento
Materializar o orçamento para lançar música é fundamental (Foto: cottonbro/Pexels)

Dessa forma, além de saber em que canais está o seu público, é preciso ter em mente o valor do investimento da divulgação naquele canal. Claro que sempre é possível apostar em mais de uma frente na campanha de divulgação.

No entanto, tenha em mente que, nesse caso, você precisará distribuir sabiamente a verba disponível nos gastos com cada mídia.

3. Invista nas mídias que têm mais a ver com o seu público

Ao planejar, tenha em vista também o público que você deseja atingir. E, baseado nessa segmentação, escolha as mídias mais adequadas para esse tipo de fã. É de fundamental importância que você se divulgue nas mídias adequadas, com maior potencial de engajar ouvintes e seguidores para o seu trabalho.

Nesse sentido, investir em mídias mais convencionais como TVs e Rádios, por exemplo, pode não ser o ideal quando se busca um público mais jovem e antenado com novas tecnologias.

4. Dimensione o alcance que quer ter na sua divulgação

Por exemplo, há projetos que visam públicos mais restritos e locais. Pode ser que seu objetivo seja divulgar o seu trabalho de forma regional, para com isso tocar em mais casas de shows da sua cidade ou região.

Há, porém, casos em que o artista mira longe, ou seja, já se vê tocando nos palcos de grandes festivais como Lollapalooza e Rock in Rio. Aqui, o objetivo aponta também para milhões de views e streams nas plataformas digitais.

Por isso, tenha em mente qual é a sua projeção a curto, médio e longo prazo, pois será esse parâmetro que te dará um norte nas tomadas de decisão. Em síntese, você precisará ter clareza sobre isso na hora de destinar verbas: projetos mais ambiciosos demandam mais recursos.

5. Estabeleça metas realistas e mensuráveis

Seja como for, estabelecer metas realistas de alcance é sempre uma estratégia razoável. Por exemplo, farei um investimento x para conseguir 1000 seguidores no Instagram em um mês. Ou farei um investimento y para conseguir 1000 ouvintes nas plataformas de streaming de música.

Dessa forma, você tem variantes como o valor do investimento e um prazo em vista para atingir a sua meta.

6. Aplique o ‘‘faça você mesmo’’ quando der

Faça o máximo que puder de forma independente. Isto é, antes de contratar um serviço, certifique-se de que se trata de algo que você realmente não saiba fazer. Por exemplo, caso você já consiga se aventurar em gravações em casa, poderia fazer algumas tomadas em home studio e assim reduzir gastos com diária em estúdios profissionais. 

home studio pode baratear os custos do lançamento musical
Se você sabe fazer, coloque a mão na massa (Foto: cottonbro/Pexels)

Você pode também procurar algum coletivo de músicos e artistas do audiovisual na sua cidade. Pois, essa galera costuma permutar trabalhos e recursos entre as bandas. De forma colaborativa, de repente é possível trocar serviços de filmagem, fotografia e design entre artistas e todos se beneficiam.

7. Priorize a divulgação, invista na sua presença digital

Sua banda pode até ser o próximo Nirvana, mas, acredite… Ninguém vai te ouvir se você não se divulgar da forma adequada. Por isso, na hora de destinar verba, inverta papéis, ou seja, priorize as etapas finais do processo de lançamento.

Somente investimento em estratégias de divulgação vai fazer o seu trabalho ter algum destaque entre as dezenas de milhares de músicas lançadas diariamente nas plataformas digitais.

Criar anúncios no Facebook e Instagram, por exemplo, é bom para segmentação do público, assim você alcançará milhares de pessoas com o seu conteúdo. Por meio disso, pode aumentar o número de plays nas plataformas de streaming ou ganhar seguidores.

orçamento para lançar música: separe grana para as redes sociais
Invista nas redes sociais e alcance seu público (Foto: Lisa/Pexels)

Com um material de qualidade e um trabalho minucioso de segmentação de público você pode alcançar ótimos resultados.

O Google Ads também pode ser usado, já que a maioria das pessoas usa o buscador e o YouTube para encontrar música. A vantagem desse método é que você só será cobrado pelo anúncio caso algum usuário clique no link.

Há também a opção de divulgar o seu trabalho por meio de plataformas especializadas em música independente. É o caso da Groover, que conecta você aos selos, influenciadores, podcasts, blogs e demais mídias especializadas. Além disso, ao aderir à plataforma, você tem um retorno garantido em até 7 dias.

Viu como você não pode negligenciar a verba de divulgação na sua planilha de orçamento para lançar música? Para não marcar nessa e em outras partes cruciais no planejamento de sua carreira como artista independente, confira também estas dicas de carreira disponíveis no blog.