Você sabia que 13 de dezembro é o Dia Nacional do Forró? Por isso, neste artigo especial vamos contar um pouco da história desse verdadeiro patrimônio da cultura brasileira e indicar artistas para ouvir e celebrar esse dia tão especial.

Antes de mais nada, é preciso deixar claro o que é o forró. Então, vamos lá: trata-se de uma festa tradicional de Pernambuco que conta com uma mistura de estilos musicais originários da região Nordeste do Brasil, por exemplo: xote, baião, xaxado, chamego, pé de serra e coco.

Além disso, esse extraordinário caldeirão musical, que é baseado no acordeão,  triângulo e zabumba, está intimamente ligado à dança e aos festejos de São João. Em outras palavras, o forró é a junção de todos esses elementos, caracterizando-se como uma enorme manifestação cultural. Bacana, né?

Atualmente, o forró sofreu uma revitalização musical, adicionando novos instrumentos e elementos artísticos às suas produções. Ou seja, a sonoridade manteve a essência, porém foi modernizada e criou outras vertentes, como a pisadinha, que caiu no gosto de todo o Brasil.

Como surgiu o Dia Nacional do Forró?

Celebrado no dia 13 de dezembro, o Dia Nacional do Forró foi definido com base na data de aniversário de ninguém menos do que Luiz Gonzaga do Nascimento, conhecido como o Rei do Baião. Cantor e compositor que viveu de 1912 a 1989, ele é simplesmente uma das figuras mais icônicas da história da música brasileira.

Nesse sentido, o autor de “Asa Branca” foi responsável por transportar a cultura musical nordestina a todo o país, transmitindo alegria por onde passava, porém sem deixar de apontar as injustiças e tristezas presentes no sertão nordestino. Sim, o forró é um alegre grito de esperança e resistência do nosso povo.

Resumindo, podemos dizer que a música e a cultura brasileira não seriam as mesmas sem Luiz Gonzaga. Nada mais justo, então, do que o Dia Nacional do Forró ser celebrado no aniversário dessa figura extraordinária.

Artistas do forró para ouvir e se alegrar

Agora que estamos por dentro do importante contexto histórico do forró, que tal conferirmos cinco artistas representantes dessa incrível sonoridade? Listamos abaixo alguns nomes cujo trabalho está presente no Palco MP3, essa belíssima plataforma que dá voz a uma infinidade de corações do nosso Brasil.

Geninho Batalha

Começamos a nossa lista com um artista relativamente novo e repleto de potencial para sacudir esse país. Geninho Batalha, “o vaqueiro mais apaixonado do Brasil”, nasceu em Batalha, Alagoas, e foi descoberto relativamente tarde: quando tinha 23 anos, foi convidado a gravar um jingle para um candidato a vereador da cidade. O dono da gravadora, então, percebeu o talento de Geninho e o ajudou a levar a chamada “vaqueirama” a todo o Nordeste. Nesse ínterim, ele tem produzido hits e feito parcerias com grandes nomes do forró, como Raí Saia Rodada.

Curtiu a história de Geninho? Então aqui vai uma dica quente: ele acabou de gravar um novo disco, chamado Sempre Vaqueiro, que já está disponível para audição no Palco MP3. Corra lá e confira esse incrível lançamento!

Danieze Santiago

Segundo explicamos anteriormente, o forró é uma sonoridade que tem o poder de se transformar e se atualizar constantemente. Nesse sentido, aqui está uma autêntica representante da nova geração de artistas, Danieze Santiago.

Nascida em Uiraúna, na Paraíba, ela entrou cedo no mundo da música. Aos 11 anos, já se apresentava ao lado do pai e, mesmo ridicularizada por algumas pessoas por ser muito nova, manteve-se firme em seu propósito. Não demorou para que ela se destacasse no cenário musical da região, chegando a integrar grupos renomados, como Moleca 100 Vergonha e A Loba. Hoje, com apenas 24 anos, Danieze vem se dedicando à carreira solo e colecionando fãs por todo o território nacional. E aí, bora prestigiar a nova geração do forró?

Soró Silva

Com mais de 15 anos de carreira, sete discos e dois DVDs lançados, Soró Silva é a prova de que talento e esforço andam de mãos dadas. Ou seja, um artista deve fazer boas músicas, mas, ao mesmo tempo, precisa ralar muito.

Após uma longa trajetória, Soró, que nasceu na Bahia em 1974 e mais tarde se mudou para São Paulo, está colhendo os frutos de seu belo trabalho. Tocando um forró tipo “pisadinha” com irreverência e simplicidade, ele conquistou o Brasil com hits como “Iphone”, “Casinha Lá no Fundo” e “Hoje Vou Beber”. Aqui no Palco MP3, Soró encabeça o ranking de artistas de São Paulo. Bacana, né?

Calcinha Preta

Todo amante de forró conhece Calcinha Preta, um dos grupos de mais sucesso no Brasil. Formada em 1995, a banda de forró eletrônico influenciou toda uma geração e se mantém nas paradas de sucesso até os dias de hoje.

O último trabalho da Calcinha Preta foi lançado no começo de 2020 e celebra os 25 anos de trajetória do grupo sergipano. Entre seus maiores sucessos, destacam-se faixas como “Hoje à Noite”, “Desilusão” e “Como Vou Deixar Você?”, que embalaram festas e mais festas Brasil afora. Quando o assunto é um bom forró, a banda Calcinha Preta é sempre recomendada. 

Michele Andrade

Para fechar, mais uma cantora de forró que está dando o que falar no cenário musical brasileiro. Michele Andrade, nascida no interior de Pernambuco, tocou suas primeiras notas no violão, mas logo descobriu o amor pela arte de cantar. Começou se apresentando na igreja da família e, mais tarde, passou a subir em diversos outros palcos da região.

Integrou grupos conhecidos, como Companhia do Calypso e Limão com Mel. No entanto, por volta de 2017, decidiu se dedicar à carreira solo. Entre outras realizações, produziu o projeto musical Xote Bar, uma série de vídeos que conta com milhões de visualizações na internet. Em 2020, assinou com a Sony Music e, no ano seguinte, lançou o DVD Nosso Álbum.  

Conclusão

E aí, você cantou, dançou e festejou a história do forró com a gente? Definitivamente, alegria é o que não falta nessa sonoridade tão característica da cultura brasileira. Nesse sentido, aproveitamos o Dia Nacional do Forró para indicar as playlists de forró do Palco MP3. Aproveite sem moderação, pois é música boa que não acaba mais!

Por hoje, ficamos por aqui. Um abraço e muito forró na sua vida!