Ter uma banda é algo prazeroso, mas nem sempre é tão simples! Infelizmente, alguns músicos têm um perfil que podem arruinar qualquer carreira. Como desejamos testemunhar o fortalecimento de mais e mais bandas, nós listamos 4 tipos de músicos que não podem fazer parte de seu projeto.

1. O preguiçoso

Por mais que possa ser “um cara gente” boa, esse tipo de músico sempre será um problema. Logo no ensaio, ele já dá sinais de que é a pessoa errada para estar na banda. O que pode ser pior do que tocar com alguém que nunca tira as músicas e que sempre chega atrasado aos compromissos? O preguiçoso, inevitavelmente, vai ter preguiça até para tomar decisões que envolvem os interesses da banda.

2. O perfeccionista ao extremo

Fazer música com esmero e compromisso é saudável, pois, afinal, ninguém merece ouvir um “trabalho porco”. Porém, há casos em que o perfeccionismo ultrapassa limites. O músico que nunca fica feliz com os resultados,  dificilmente enxerga os progressos alcançados pela banda e possui dificuldades para elogiar qualquer bom desempenho do grupo. Além do mais, a infinita busca pela perfeição provoca uma atmosfera tensa, pesada e até baixo astral entre os integrantes do projeto.

3. O Obsessivo

Esse tipo de músico não tem muita noção da realidade e acredita que qualquer risco vale a pena na busca pela fama. Por agir de maneira insensata, o obsessivo acaba se querendo ser artista antes mesmo de ser um bom músico. Entre outras más atitudes, ele pode cismar de largar o emprego e querer viver de música, mesmo se a banda ainda não tiver uma boa base de fãs e uma agenda sólida.

4. O pouco dedicado

No início, pode ser que a maioria dos músicos da banda estão em um mesmo nível técnico. À medida que a carreira vai tomando forma, é natural que os integrantes procurem aperfeiçoar suas performances. Porém, há casos em que as pessoas não enxergam a necessidade de fazer aulas e acabam sendo vítimas da pouca dedicação. Como consequência, o nível do grupo fica desnivelado e todos [público e e integrantes da banda] acabam percebendo que os talentos não estão trabalhando em sincronia. Inevitavelmente, a galera vai ter brechas para comentar que “fulano e sicrano banda são bons, mas beltrano não toca bem”. Você quer esse tipo de comentário para sua banda? Imagina se o pouco dedicado for o vocalista, isto é, o porta-voz do grupo? Melhor esse cara ir ser músico por hobby, pois, assim, todo mundo fica feliz!

P.S.:

Já que estamos lidando de assuntos que envolvem carreira, nós temos algo mais para te ajudar com questões que envolvem profissionalismo. Confira os links abaixo e não se arrependerá!